Accueil Doce Pão curto pralino gigante

Pão curto pralino gigante

Difficulté : Fácil
Catégorie : Doce
Cout : Barato
Na 65 avenue des Gobelins em Paris, no 13º arrondissement, encontra-se a padaria “Asselin”, não sendo bem como as outras. Há mais de 15 anos que lá vou para apreciar os seus biscoitos gigantes de pão curto. Existem  com pralina, caramelo, nozes, etc… Um verdadeiro deleite! O seu biscoito pralino é de morrer e eu convido-o a ir prová-lo. Entretanto, pode tentar fazê-los novamente em casa porque clonei o seu enchimento um dia por acidente. Foi tudo o que foi preciso para eu querer desenvolver uma receita que funcionasse perfeitamente. Hoje fiz exactamente isso com estas pequenas coisas leves medindo 9X9cm, crocantes em cima e em baixo, com um interior especialmente rico e derretido! Eu dou-lhe a receita de 12 pães curtos, pode naturalmente reduzir as quantidades. Em qualquer caso, o sabor é idêntico ao dos pães curtos originais!

O que faz os pães curtos saberem tão bem? A massa, é claro. Mas especialmente este enchimento de pralina. Um dia, ao fazer o Paris-Brest, comprei um frasco 50/50 de pralina Barry (metade avelãs, metade amêndoas), portanto: 25% avelãs, 25% amêndoas e 50% açúcar. Porque pus nela pralina caseira E pralina Barrry. Quando abri o frasco, apercebi-me que este era o ingrediente do pão curto de Asselin. Apenas um cheiro e eu todos identificaram imediatamente o que eu tinha tentado compreender durante anos. Assim, aqui está: para fazer destes pães curtos um sucesso, a pralina Barry será indispensável. Se não estiver em Paris (porque é claro que o pode encontrar em G.Detou), ou se não tiver o cartão do Metro, ainda existe a Internet. Pode ser encontrado AQUI
Receita para 12 biscoitos de pão curto gigante (um prato de 27X36cm):

Massa doce:
-500g de farinha
-350g de manteiga mole em pedaços
-40g de pó de amêndoa
-100g de ovo batido
-100g de açúcar de confeiteiro

-90g de manteiga mole
-90g de chocolate de leite
-720g de pralina Barry 50/50 (disponível neste site)
este sítio
)

Preparar a massa doce:
Colocar a amêndoa em pó, o açúcar em pó, a farinha, o sal e a manteiga na tigela da batedeira.


 Misturar a mistura para incorporar a manteiga com o “k” do processador de alimentos. Ou à mão!
Acrescentar o ovo batido.


 Misture apenas o suficiente para incorporar este, mas não mais! Enrolar a massa numa bola e sair para descansar num local fresco durante uma hora.


Cortar a massa em duas partes iguais.
Estender a massa de 3-4mm ao tamanho de uma folha de cozedura de 30 x 40 centimetros. Aparar o excesso para  apenas o tamanho da placa.

 

Colocar a massa numa assadeira do mesmo tamanho com uma borda queimada e deixar repousar no frigorífico durante pelo menos uma hora. 

 
Fazer o mesmo com a segunda metade da massa. Isto resulta em duas placas.


Pincel sobre o leite.


Depois riscar a superfície com um garfo em ambas as placas (basta levar o melhor para o topo)


Cozer a 180°C durante 20 a 25 minutos. A massa deve ser uniformemente dourada. Cozer o segundo prato da mesma forma.


Derreter a manteiga e o chocolate de leite juntos. Adicionar a pasta de pralina.


Misturar bem (e provar).


Coloque (se tiver uma!, não é necessário) uma base de pastelaria numa moldura de 36 x 27 cm com a moldura de 2 cm de altura. Este é o mesmo quadro que eu utilizo para a Ópera. Basta cortar a massa no tamanho certo.
Verter toda a pralina (manteiga e chocolate) sobre a massa (na foto ainda não a coloquei toda!).


Espalhar com um raspador ou espátula.


Depois colocar cuidadosamente a segunda base de pastelaria cortada à medida.


Arrefecer durante 20 minutos até a pralina endurecer um pouco e ser mais fácil de cortar.
Cortar os pães curtos em 12 pedaços iguais medindo 9 por 9 centímetros.


Pode ver a deliciosa pralina a derramar sobre os lados!


Os pães curtos serão guardados numa caixa hermética durante uma boa semana. 


Claro que, se houver demasiados, será uma boa desculpa para os dar!

Laisser un commentaire