Accueil Doce Batatas fritas de avelã pralina

Batatas fritas de avelã pralina

Difficulté : Médio
Catégorie : Doce
Cout : Acessível
Queria realmente oferecer-vos um pequeno bolo muito rico, mas delicioso e reconfortante, no coração do Outono. Com uma base super crocante de estreptococos, um interior de praliné escorregadio e estaladiço e um creme de praliné suave. A coisa toda com um gelo de pedra, estamos em pura decadência! 

Para 8 bolos.
Pralina crocante :
  • 140g de pralina com 70% de frutos secos (ver receita AQUI)
  • 20g gavottes esmagados

Avelã Streusel :

  • 50g de manteiga semi-salgada
  • 50g de avelã assada em pó 
  • 50g de açúcar 
  • 50g de farinha

Creme de Praline : 

  • 250ml de leite semi-desnatado
  • 50g de manteiga mole
  • 70g de açúcar
  • 50g de gema de ovo

  • 30g de creme em pó 

     (ou amido de milho)
  • 190g de pasta de pralina (receita AQUI)
  • 90g de manteiga mole
  • 1 folha de gelatina

Vidro de rocha :

  • 400g de chocolate preto
  • 120g de óleo neutro
  • 120g de pó de pralina

Preparar pelo menos 500g de pralina como indicado na minha receita AQUI, mas com 70% de frutos secos (metade amêndoas e metade avelãs) e 30% de açúcar. Isto dá-lhe 175g de avelãs, 175g de amêndoas e 150g de açúcar. Misturar o todo num pó grosseiro e tomar 120g deste praliné para o gelo de pedra. Continuar a moer o resto em pasta pralina.
Colocar 140g de pasta de pralina e 20g de gavottes esmagados numa tigela e misturar bem.


Na foto, fiz alguns testes, tentei com pralina de chocolate. Mas prefiro muito a versão sem chocolate, por isso basta olhar para as bolas de praline (a mais leve nas 2 imagens abaixo). Utilizei moldes “trufas 20” de Silikomart para isto. Mas também se pode colocar a pralina num molde de cubo de gelo. Encher os moldes até à borda e congelar durante pelo menos 4 horas.
 Apagar as bolas e mantê-las no congelador. Mais uma vez, terá 8 bolas claras de pralina estaladiça. 

Preparar o creme de pastelaria. As proporções são um pouco especiais para dar o creme de que gosto… Colocar o leite, os 50g de manteiga e metade do açúcar numa frigideira. 

Misturar bem o restante açúcar, gemas e creme em pó com um batedor. 

Quando o leite estiver a ferver, deitar uma pequena quantidade sobre a mistura de creme de gema em pó. 


Misturar bem com um batedor. 


Depois verter a mistura de volta para a panela com o restante leite quente. 


Regresso a uma temperatura baixa. Ferver durante três a quatro minutos enquanto se está a bater. 

Verter as natas com o resto da manteiga e a pralina numa tigela e misturar com uma varinha mágica para suavizar tudo.

Adicionar a folha de gelatina previamente embebida em água fria (e portanto espremida) e misturar novamente. 

Verter o creme para um prato e cobrir com película aderente, depois colocar num local fresco.

Entretanto, preparar a massa de streusel. Colocar todos os ingredientes no processador de alimentos.

Misturar com a folha até que a massa comece a aglomerar-se.

E este é o resultado!

Colher duas colheres de chá amontoadas da massa num círculo de 6cm num tapete de cozinha ou numa folha de papel vegetal. Tenho aqui um tapete arejado, o que significa que a massa não pode inchar. Já não passo sem ele! 

Pressione a massa muito levemente com a parte de trás da colher.

Coloco deliberadamente um pouco mais de massa nas proporções. Sinta-se à vontade para fazer discos de massa extra no caso de a massa se partir.

Cozer durante 18 minutos a 175°C. Adapte a cozedura ao seu forno, mas a massa deve estar bem cozida!
Deite o creme de pralina-frio numa tigela ou no seu processador de alimentos, depois bata durante 5 minutos para o arejar. 

Encher os moldes a 1 cm do topo, para deixar espaço para a pralina. Para esta receita utilizei a mini goccia de Silikomart. Têm a capacidade certa. 

Colocar as bolas de pralina estaladiça em cima. Alisar a face inferior para preencher com creme (que não se pode ver na fotografia). 

Colocar o chocolate do vidrado num recipiente seguro para o microondas com o óleo. Aquecer durante 1,5 minutos ou até que o chocolate tenha derretido. É claro que também se pode derreter numa caldeira dupla. 

Acrescentar o pó de pralina.

Misturar bem e deixar arrefecer a 30°C antes de usar. Mexer de vez em quando até esta temperatura ser atingida.

Aqui está o creme completamente congelado. Saiam com cuidado.

Empurrar o creme com um garfo através do fundo. Mergulhá-lo no gelo da rocha.

E é tudo!

O envidraçamento será colocado em segundos. Deve estar entre 28 e 32°C, porque acima desta temperatura pode derreter o creme congelado e abaixo desta temperatura pode ser demasiado pastosa.

Com uma espátula ou uma faca, colocá-la sobre um bolo de streusel.

Coloco um cagaço de pó de ouro comestível para o pequeno efeito final!

Colocar tudo de novo no frigorífico durante pelo menos 4 horas para deixar o creme e a pralina interna descongelar. Desfrute-o fresco! 

Laisser un commentaire